Institucional



O PIBID – Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência é uma das ações da CAPES voltada para o estímulo e financiamento da educação inicial e continuada de profissionais do magistério. Esse programa faz parte de um projeto mais amplo lançado pelo governo federal, o PARFOR - Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica, que integra ações do Ministério da Educação em parceria com as secretarias de educação dos estados e municípios, além das instituições públicas de educação superior neles sediadas.

O presente projeto, coordenado pelas professoras Alice Bitencourt Haddad e Nelma Garcia de Medeiros, tem como tema Trabalhando textos e questões: a filosofia na sala de aula, a ser executado no CIEP 155 (Seropédica) e no CE Dr. Albert Sabin (Campo Grande, Rio de Janeiro).

Na continuidade do Subprojeto PIBID Filosofia para 2014-2015, optamos por 1) manter o foco temático na leitura e produção de textos didáticos filosóficos; 2) manter o trabalho com as duas escolas do subprojeto anterior;  e 3) ampliar o número de  alunos bolsistas, de 12 para 24, com dois supervisores por escola. Essas escolhas se justificam por quatro razões. Em relação à escolha do tema de 2014, entendemos que se faz necessário dar continuidade à concretização das ações do PIBID em produtos didáticos que possam efetivamente colaborar com o ensino de filosofia nas escolas parceiras do projeto, além de dar oportunidade ao aluno bolsista de participar ativamente de sua própria formação. Esta tem sido a maior necessidade que verificamos no tocante ao ensino de filosofia nas escolas. Ficou muito claro que, quando bem desenvolvido, o trabalho com textos e questões filosóficas é capaz de motivar os alunos para uma vivência mais intensa do próprio ambiente escolar e para uma maior responsabilização por seus estudos e comportamentos. Nesse sentido, desenvolveremos a partir do Blog do PIBID de filosofia, construído desde o primeiro projeto (2009), caminhos de reflexão que potencializem as experiências bem sucedidas em curso no ensino de filosofia, buscando consolidá-lo como veículo qualificado para a elaboração e a difusão de materiais didáticos. As atividades e os materiais didáticos produzidos devem ser capazes de transformar conceitos em situações reais mais próximas ao cotidiano dos alunos e vice-versa. Todo esse processo poderá ser acompanhado e revisto constantemente em virtude da adesão de alunos e supervisores ao blog e de sua participação no mesmo. Desse modo, esperamos fazer com que o aluno de graduação em filosofia perceba a necessidade de uma tradução constante dos conteúdos aprendidos em sala de aula para a realidade do ensino de filosofia no Ensino Médio

Concebemos os seguintes objetivos para efetivar o projeto Trabalhando textos e questões: a filosofia na sala de aula:
Contribuir para que os estudantes do curso de filosofia da UFRuralRJ compreendam o magistério como uma possibilidade efetiva de crescimento e amadurecimento intelectual, e como um campo específico para a atividade filosófica livre e criadora, rompendo com o antagonismo entre teoria e prática.
- Criar condições para que o licenciando em filosofia consiga traduzir, de modo autônomo e produtivo, a sua convivência com as questões e os textos clássicos da filosofia para o contexto de sala de aula, de modo a superar o atual abismo existente entre atividade pedagógica massificada e a pesquisa especializada.
- Proporcionar ao estudante de filosofia da UFRRJ a possibilidade de uma inserção efetiva no seio da tradição filosófica vigente através dos chamados textos e autores clássicos, sem que isso implique uma espécie qualquer de tradicionalismo e de subserviência ao passado.
- Fazer com que a vivência da atual situação do ensino de filosofia não seja sentida como uma triste fatalidade, à qual o aluno deveria, simplesmente, se resignar, mas antes como um desafio que solicita dele o melhor de seu esforço criador.
- Estimular a atividade pedagógica baseada no questionamento e no diálogo vivo, que são as características mais marcantes da filosofia em todos os tempos.
- Estreitar os laços entre o ensino superior e a educação básica, promovendo uma colaboração constante em torno da tarefa comum de elevar a qualidade do ensino público em todos os seus níveis.

Atuação nas escola
Além do acompanhamento das aulas e do apoio às atividades desenvolvidas pelo supervisor, o aluno bolsista deverá interagir com o(s) professor(es) de filosofia sempre que possível no que diz respeito ao planejamento de novas atividades. Ele terá a oportunidade de participar das reflexões conjuntas dos professores da área em torno da implementação do ensino de filosofia ao longo das três séries do Ensino Médio. Por outro lado, este aluno deverá se destacar por ser capaz de elaborar e propor atividades e novos materiais didáticos capazes de relacionar as questões e textos filosóficos, habitualmente considerados abstratos e de difícil acesso, com vivências cotidianas dos alunos. Estes poderão então se apropriar do conteúdo filosófico de maneira viva, sem que isso acarrete uma descaracterização deste último mediante uma espécie qualquer de vulgarização facilitadora.

Atuação na UFRRJ
     Paralelamente à atuação dos alunos bolsistas nas escolas será organizado um grupo de estudo em torno da especificidade de uma hermenêutica filosófica. Nesses encontros, que serão realizados na UFRRJ (campus Seropédica, ICHS) e que também contarão com a presença dos supervisores, serão lidos e discutidos textos relevantes que tratem do problema da interpretação dos textos filosóficos. Também no ICHS serão elaboradas e avaliadas as atividades propostas e os materiais didáticos e paradidáticos.

Seguidores do Blog (Google+)

Ocorreu um erro neste gadget
Facebook Twitter Delicious Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha | Adapted by Demetryus